segunda-feira, 25 de março de 2013

Guarani (o original) 0 x 1 Corinthians: mais uma goleada titeana


Não há muito que se possa dizer a respeito de jogos como o de ontem.

Logo ao seis do primeiro tempo, em ótimo passe de Emerson Sheik, Paolo Siempre Peligroso Guerrero abre o placar, dando pinta de que a chuva de gols antevista por este blog realmente se concretizaria.

Porém, a partir daí, ao invés de se aproveitarem da EXTREMA FRAGILIDADE do adversário, aplicando a tal sonora e convincente goleada (ou, numa hipótese mais modesta, ao menos marcando outro golzinho ainda no primeiro tempo, o que praticamente finalizaria a peleja), os comandados do Seu Adenor optaram por administrar mais uma das famosas “goleadas titeanas”.
E, com isso, brindaram-nos com o indescritível privilégio de vermos nosso campeão mundial, em vários momentos, ser pressionado por um deprimente morto-vivo - que, a essa altura, já tem ambos os pés na Série A2 do combalido Campeonato Paulista.

E, como desgraça pouca é bobagem, ainda perdemos Petr Cássio e Renato Augusto por contusão. O goleiro, de acordo com o DM, preocupa menos; já Renato - até aqui, o melhor jogador do Timão na temporada - deverá ficar no estaleiro por, no mínimo, 30 dias.

Fora a tempestade dos diabos que caiu no final da partida, com direito até a granizo...

Enfim: joguinho para se esquecer, mesmo.

Porém, como até mesmo em peladas desse nível é possível garimpar algo de proveitoso, convém registrar a ótima atuação do garoto Igor - que, se o Tite for mesmo tão coerente quanto diz, em breve mandará Fábio Santos para o banco.

Ralf e Gil também mantiveram o bom nível das últimas atuações.

De resto, somem-se 3 pontos. E segue o enterro...

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários ofensivos ao Coringão serão DEMOCRATICAMENTE excluídos, sem exceção. Noves fora, a palavra é sua.