terça-feira, 12 de março de 2013

Sin perder la gana jamás!


O técnico do tal Tijuana chegou ao Brasil dizendo que seu time veio buscar a vitória. 

Tite, por sua vez, estabeleceu 11 pontos como meta para o elenco – o que, na prática, equivale a vencer as duas partidas como mandante e trazer um empate da Colômbia.

Ou seja: ao menos nos discursos, enquanto o debutante mira o primeiro lugar do grupo, o atual campeão  do torneio parece conformado com a idéia de se classificar como o segundo da chave. Afinal, caso o Corinthians crave a pontuação exigida pelo Seu Adenor, bastará aos mexicanos uma (01) vitória nos próximos três jogos para que fiquem à nossa frente.

Já disse em post anterior: acredito que o Tijuana deverá conquistar um empate na altitude de Oruro e vencer com tranqüilidade o Millonarios jogando em seu campinho de soçaite - fazendo mais quatro pontos, portanto, nesse returno da fase de grupos.

Desta forma, a única maneira que o Timão, atualmente com míseros 4 pontos conquistados, tem de chegar ao final da primeira fase na liderança do Grupo 5 é vencendo as 3 partidas que lhe restam. De preferência, goleando o adversário de amanhã, para fazer saldo, pois é por aí que a classificação final será decidida.

Já vi times de futebol levantarem o caneco de uma competição jogando sem nenhum craque em campo. Assim como já vi campeões sem estádio, sem estrutura, sem patrocínio, sem torcida, sem treinador, etc.

Porém, nunca, jamais vi um campeão sem ambição.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários ofensivos ao Coringão serão DEMOCRATICAMENTE excluídos, sem exceção. Noves fora, a palavra é sua.