domingo, 5 de maio de 2013

Para manter a freguesia!

Logo mais, às 16:00h, decidiremos com os Bambi quem fará a final do Paulistão contra os Pequeninos da Vila
O adversário, dono da melhor campanha da primeira fase, tem a "vantagem" de decidir a partida única em "seus domínios": nosso eterno salão de festas, o Ex-tádio da Vila Sônia - ou do Jd. Leonor, sei lá...



A suposta lesão sentida por Danilo durante a partida na Bombonera, felizmente, não se confirmou no decorrer da semana - com o que, Seu Adenor já avisou que mandará a campo, hoje, a mesma equipe que começou a peleja na quarta-feira.
Portanto, exceto pela  - cada vez mais sentida - ausência do lesionado Renato Augusto, trata-se de time completo: aquilo que Tite considera ter de melhor no elenco neste momento. De modo que fica, ao menos para nós, torcedores, cada vez mais incômodo e inexplicável o status de reserva de luxo conferido a Alexandre Pato.

A não ser que, fisicamente, ele ainda não esteja 100% (hipótese jamais admitida pela comissão técnica), creio que todos nós esperávamos mais de uma badalada contratação de 40 pilas. Já estamos na fase decisiva dos campeonatos do 1º semestre... Pato mostrará a que veio quando, afinal? 

Além de Pato, e essa é a boa notícia, o banco de suplentes contará também com a volta do garoto Igor, plenamente recuperado de lesão no joelho esquerdo. Com isso, finalmente, voltamos a ter uma alternativa a Fábio Santos - que, se Tite for, de fato, tão coerente quanto diz, em breve perderá a titularidade para o menino.

Tanto para nós, quanto para os Bambi, a partida de hoje tem uma dimensão que extrapola as fronteiras do campeonato regional e da crescente rivalidade entre os clubes: com ambos tendo saído derrotados de seus  confrontos do meio de semana, válidos pela Cucaracha Cup, o eliminado de hoje levará, para o jogo de volta da Libertadores, uma carga extra sobre os ombros. 

Neste sentido, vejo o SPFW em situação consideravelmente mais delicada que o Coringão. Afinal, nosso próximo confronto pela copa continental será somente daqui a 10 dias e, o mais importante, disputado no bom e velho Estádio Paulo Machado de Carvalho. Já as Glamourosas, têm pela frente a dificílima missão de, fora de casa,  reverter um placar desfavorável contra o time sensação do torneio - e isso apenas 3 dias após o jogo de hoje.

Por tudo isso, acredito que SPFW venha mais pilhado, no mau sentido, para a partida. Com maturidade, concentração, intensidade e, principalmente, muita garra e disposição, creio que poderemos explorar a nosso favor essa suposta instabilidade emocional do adversário.

É passar pelas gazelas, ter uma semana tranqüila de trabalho no CT e, aí sim, focar na série de 3 jogos que decidirá, não apenas o Campeão Paulista de 2013, como quem avançará às quartas de final da Libertadores.

Portanto, pra cima delas, Timão! Vamos atropelar a bicharada!


VAI CORINTHIANS!!

6 comentários :

  1. Em caso de possível empate: quem baterá as penalidades para o Time da Marginal Sem Número? Algum palpite??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acredito em empate no tempo normal, Lula. De qualquer forma, creio que seriam Pato (que terminará a partida em campo), Guerrero, Fábio Santos, Danilo e... ok: talvez, Paulinho - não necessariamente nesta ordem.

      E Marginal Sem Número é o cacete, rapaz! Anota aí: Rua São Jorge, nº 777.

      Dessa vez, passa... rs

      Excluir
  2. Ai parcero... Sempre leio seus posta e curto... Sou santista doente mas tenho a sensibilidade de não levar para a violência nenhuma brincadeira futebolística... Parabens pelo blog... E pequeninos e a pqp... Kkkk

    Rafael Reis.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe-me, amigo. Sem querer, excluí seu comentário.
      Mas, respondendo à sua pergunta, não, o blog ainda não tem perfil no facebook, mas é uma idéia que venho considerando há algum tempo. Quando estiver pronto, divulgo no por aqui, ok?!

      Abraços!

      Excluir

Comentários ofensivos ao Coringão serão DEMOCRATICAMENTE excluídos, sem exceção. Noves fora, a palavra é sua.