domingo, 30 de junho de 2013

Enfim, voltamos!

Aleluia, chegamos ao final dessa tal de Copa das Confederações! Para o derradeiro ato, hoje à noite, tudo o que espero é que os deuses da bola tenham desenhado uma senhora trauletada da Espanha sobre o Brasil - daquelas capazes de fazer o Felipão perder até o rumo de casa.

Palpite do blog para hoje, aliás: mais de 70% de posse de bola para Iniesta e Cia, vitória por dois ou mais gols de diferença e a voz de um amuado Galvão Bueno emoldurando a imagem de um daqueles tiozões figura, enquanto ele chora junto ao alambrado. 

Com isso, a partir de amanhã, São Jorge seja louvado!, voltaremos a receber nossa imprescindível dose diária de Corinthians. Já chega desse aborrecido clima de intertemporada - tipo de situação na qual o diário Lance começa a falar em Kaká no Timão ou a produzir manchetes como "Tupãzinho dá a receita para que Romarinho se torne o novo Talismã da Fiel". Tenho preguiça dessas coisas.

De notícia durante todo esse período, notícia mesmo, "apenas" a confirmação, pelo clube, da venda de Paulinho ao Tottenham - que, sonhar não custa, o próprio atleta bem que poderia rejeitar, pois será um retrocesso em sua carreira. 

Ok: fala-se também da iminente contratação, junto à Ponte Preta, do zagueiro Cléber - jogador   aparentemente promissor, que viria pelas mãos de um investidor disposto a utilizar a "vitrine" Corinthians.  O que, diga-se, seria totalmente dispensável caso, meses antes, o garoto Marquinhos - verdadeira jóia da base corinthiana - não houvesse sido gentilmente repassado ao Roma por um dinheirinho de pinga. 

Parêntese: pior é que, mesmo diante de tais evidências, seguimos pateticamente iludidos quanto a uma suposta Barcelonização do Timão... Ah, vá! Estamos, isso sim, nos encaminhando muito mais para uma política de contratações como a do Real Madrid que para a incensada filosofia de formação de atletas implantada pelo Barça. Fecha parêntese.

Nosso próximo confronto, que deverá monopolizar as atenções da mídia já a partir de amanhã - até para virar a página do Maracanazo reloaded de logo mais - será contra ninguém menos que as Glamourosas da Vila Sônia, em partida válida pela Recopa Sul-Americana. 
O torneio é um caça-níqueis que, convenhamos, nunca valeu porra nenhuma. Em nome da coerência, qualquer que seja o resultado de 2013, continuará não valendo, portanto. Porém, é inegável que a edição deste ano ganha uma coloração especial, pois nos permitirá bater nas freguesas justamente naquele terreno onde elas se consideram as grandes especialistas: uma competição internacional.

Aliás, teremos, ao longo do mês de julho, nada menos que três confrontos com a bicharada: quarta-feira, dia 03, o acima mencionado, no obsoleto Ex-tádio do Jd. Leonor; dia 17, o jogo de volta, no bom e velho Paca (ô, saudade que deu agora...); e, dia 28, em partida válida pelo Brasileirão, novamente no Paulo Machado de Carvalho.

Que Tite e seus comandados tenham aproveitado bem o período de "férias". 

VAI CORINTHIANS!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários ofensivos ao Coringão serão DEMOCRATICAMENTE excluídos, sem exceção. Noves fora, a palavra é sua.