segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Praianos 0 x 1 Corinthians

Domingo foi dia dos pais. O meu não está mais por aqui. Se estivesse, teria xingado o time e o técnico a maior parte do tempo, afinal, é inadmissível estar com um jogador a mais e, mesmo assim, sofrer pressão por parte do adversário e vê-lo criar as oportunidades mais contundentes de gol. Teria estranhado a expulsão do jogador praiano ainda no primeiro tempo, pois lá - naquele reduto onde até disjuntor já foi desligado para prejudicar um ataque do Time do Povo - geralmente a arbitragem faz vistas grossas diante das jogadas violentas ou imprudentes dos jogadores praianos. Teria tomado um tremendo susto com a presepada do Guilherme Andrade e agradecido aos céus pela entrada do Ferrugem. Ok, é muito cedo ainda, mas... quem sabe a gente encontrou um bom lateral direito? Obviamente que teria comemorado feito um doido o gol de cabeça do Gamarra Negro, o mais seguro do Brasil (somente uma besta quadrada como o Felipão para não enxergar que Gil é muito mais beque que todos os beques convocados por ele). Teria feito uma observação em seguida: "quer ver este técnico mandar o time recuar?". E, no final, depois de todo sofrimento, de todo xingamento, de todas as sensações que envolvem um jogo do Corinthians, exaltaria a vitória, os três pontos conquistados e fecharia com um "bota lá na Bandeirantes que eu quero ver a cara de bunda do Milton Neves falando de apito amigo".

O clássico de ontem foi precedido pela expectativa em torno da estreia daquele que seria o maior jogador do mundo se atuasse na Europa. Era isso que diziam a seu respeito quando atuava no Brasil. Passou por lá quase uma década e não conseguiu confirmar as previsões. Mas era um jogador que nunca havia perdido para o Timão. E daí a confiança exagerada dos praianos. Teve até uma produtora de charges animadas que produziu um vídeo na qual Zé Pedalada aparecia cantando e tocando violão, Cássio e Mano chorando e um placar estampando 7x1 pra eles. Tudo bem que é humor, mas...

O fato é que alguém esqueceu que cada jogo tem uma história diferente. E, se até o maior jogador de futebol de todos os tempos amargou uma derrota diante do Time do Povo, porque o tri-atleta não amargaria? 
Pena que o nosso gol foi feito quando ele já não estava mais no gramado. Se bem que ele deve ter saído para assistir de um ângulo melhor a nossa vitória. Uma vitória que pode ser acompanhada daquele comentário "venceu, mas não convenceu". Mas, por outro lado, é preciso levar em conta que ganhar deles no balneário não é uma tarefa tão fácil assim; o time deles tem a segunda defesa menos vazada da competição.

Talvez o Mano não desejasse expor o time como aconteceu no último confronto, quando sofremos uma goleada que há décadas não sofríamos. Tudo bem que poderia ser um pouco mais ofensivo, mas é preciso lembrar que alguns ataques do Timão acabavam nos erros de penúltimo e último passe. Várias tentativas de tabelas foram abortadas pelos zagueiros praianos.

Seja como for, essa vitória compensou o empate diante do Coritiba. Se bem que este campeonato é tão complicado que a gente lamenta tal empate e, depois, vê este mesmo Coritiba empatando com o time do tapetão em pleno Rio de Janeiro.

Acho que o Mano ainda está buscando o time ideal. Talvez, a entrada do Lodeiro no lugar do Jádson melhore alguma coisa. Este tem habilidade, sabe jogar, mas parece meio que sonolento... 
No ataque, a única certeza é Guerrero. Luciano começou a mil por hora, marcando gols, mas parece que não passou de fogo de palha. Romarinho tem aquele ar de "não sei o que estou fazendo aqui neste jogo". Aliás, não entendo a paixão que os comentaristas da Grobo têm por ele...  O Romero começou empolgando a torcida, mas me parece apenas esforçado.

A defesa já está formada. O Ferrugem entrou bem no jogo de ontem. Não sentiu a responsabilidade de atuar num clássico, mas, dentro da lógica, o Fagner deve retornar ao time na próxima partida. A dupla de volantes é Ralf e Elias e fim de papo.

E, por fim, estão querendo crucificar o Petros por uma simples trombada num juiz que mal sabe se colocar dentro do gramado.

Com razão ou sem razão, o Corinthians tem sempre razão. 

25 comentários :

  1. Valeu pelos 3 pontos (já foi dito um milhão de vezes), além dos tropeços da raposa cor de rosa e do Flor.

    Por ter 2 armadores "de nome" (Jadson e RA) e também por ser muito pressionado com essa coisa de jogar feio eu duvido muito que escale o Lodeiro no lugar do Jadson (apesar de concordar que parece a opção mais competitiva no momento). De qualquer maneira a brincadeirinha do STJD deve resolver essa pro Mano.

    O Romero escancarou a fragilidade de Romarinho e Luciano. Mas, claro, é só um menino ainda.

    O Guerrero é o nosso melhor atacante mas se machuca demais e não passa confiança de que vai encaixar um sequencia de jogos em forma e marcando gols. e tem o problema das convocações.

    Nem vou entrar no mérito de quem é o culpado (Gobbi, Mano, a invasão do CT, os próprios jogadores que são uns fdp), mas o Corinthians paga uma fortuna para que o Pato e o Sheik defendam outros times e precisa contratar um atacante. complicado.

    -----

    Eu já nem esperava ver mais o Ferrugem e veja só...

    Então... e o Zé Paulo, e o Malcom...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois e..... de repente o STJD pensando que está nos prejudicando ao punir o Petros, pode estar nos fazendo um grande favor. Nada contra o jogador que vem sendo um dos mais importantes do time. Eu não acredito que o Mano escale Jadson e Lodeiro -pelo menos na maioria dos jogos. Então, deve ser um ou outro. E aí para o lugar do Petros, ele tem Renato Augusto e Danilo, que não atravessam uma fase muito boa, mas que não desaprenderam de jogar e..... quem sabe o Zé Paulo? Mas esta é uma alternativa pouco provável....
      (Múcio Rodolfo)

      Excluir
  2. Gostei da lembrança do ROBINHO TRIATLETA! Rararará!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei do jogo !!!! O Timão começou marcando bem o entusiasmado Robinho e o serelepe ataque da baixada (não é fácil jogar lá) e fazia bem as vezes do visitante que se utiliza do contra ataque (inclusive foi em um lance claro de contra ataque que saiu a falta e consequentemente o cartão vermelho) que nos deixou donos da partida. No segundo tempo o Peixe se postou atrás do meio campo, utilizando-se do contra ataque e a iniciativa era toda do Timão, que bateu, bateu, bateu e nesse efeito bate estaca, fez o golzinho feio para muitos mas que vale 6 pontos. ( O peixe estava 4 atrás e se ganhasse o jogo entraria na disputa direta pelo G4, e agora está 8 pontos longe da liberta. Acho certíssimo jogar assim contra times que diretamente disputam espaço contra nós, porém contra times que estão na parte de baixo acho que temos que arriscar mais, mesmo fora de casa (3 ou 0 pontos, 1 não muda muita coisa). Resumindo, achei que o jogo foi bom e que o Timão teve o controle o tempo todo como fazia no tempo de Tite. Não caiam nessa de jogo feio, ainda mais por que não foi !!! (Nem Casagrande, Mauro Cezar, Antero Greco e Trajano disseram isso !!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.... O jogo não foi chato.. Foi movimentado. É claro que, por ter um jogador a mais, se espera que o time em tal condição parta mais para o jogo, crie mais oportunidades que não saíram até um determinado momento por erros individuais -os famosos erros no penúltimo e último passe. Depois com a entrada do Ferrugem e a saída do Robinho, nossos ataques passaram a ser mais incisivos. (Múcio Rodolfo)

      Excluir
  4. Mais um time que tem que aceitar o apelido que damos.

    Embora o paraguaio não seja craque, aliás nem sei se não é, ele tem a função mais importante junto do peruano, ciscar e segurar a bola lá na frente, ele tem a tal garra.

    O que me fode a paciência é o modo relax que o resto do time entra, muito diferente dos times sofríveis que tínhamos em outras épocas, mas que suavam sangue em campo, o Mano não dá tesão para os caras.

    Já falei, libera a moçada pra balada/etc... e aparece na manhã do jogo com cara de alegria para jogar, já que o treineiro não tem cacoete para líder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então.... eu escrevi que o paraguaio é esforçado, mas espero ser obrigado a mudar de opinião lá na frente, mas eu prefiro mil vezes ele do que qualquer jogador que entre com aquela animaçãozzzzzzzzzzzzzzzzzzz
      (Múcio Rodolfo)

      Excluir
    2. Trazer de volta o Tite pra motivar e deixar o Mano escalando? Por que não?

      Excluir
    3. Tempos atrás, alguém disse por aqui (você, Múcio?) que, na primeira passagem do Mano, o papel de motivador cabia ao Gordo...

      Excluir
    4. Não foi eu não, Zé Carlos!
      (MR)

      Excluir
  5. Queridos amigos conselheiros desta que é a ala mais radical que o amor para um clube pode ter que é a nossa querida estimada e tão amada Jihad.
    Apenas um adendo.

    XUPA ROBINHO FILHO DUMA PUTA.

    Muito obrigado pelo espaço concedido.

    O imperador.longa vida a jihad.

    Em tempo:queria que o gol fosse roubado.

    ResponderExcluir
  6. Quem faz 30.000 loucos esquecerem a mulherada em um sábado a noite ????

    ResponderExcluir
  7. Qual a emissora que adivinha as punições do STJD ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou melhor: qual emissora sugere tais punições?

      Excluir
  8. Quem comprou um zagueiro por R$ 8.000.000,00 e vendeu por R$ 56.000.000,00 um ano depois ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o zagueiro for um dos convocados de hoje, acho que sei a resposta...

      Excluir
  9. Assim....
    1) Menos de um ano após chegar ao Timão, o zagueiro Cléber se transfere para o futebol alemão e o clube que lhe serviu de vitrine não irá receber um vintém sequer. Tem coisa errada aí!
    2) Na lista de convocação, além das presenças do Gil e do Elias, nota-se as de Marquinhos, Willian e Ewerton Ribeiro. Sinal de que a nossa base não é tão improdutiva assim.
    3) Dizem que o Corinthians está atrás do Nilmar. Depois de tudo o que aconteceu, não sei se seria uma boa contratação. Ficou um certo ressentimento. Se bem que se ele chegar e desandar a marcar gols, tal ressentimento até pode ser esquecido. Mas.... como ele irá fazer gols se a bola não continuar não chegando?
    4) Ah também dizem que o Cristian rescindiu contrato com o clube turco. Mais uma edição da novela?
    (Múcio Rodolfo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De Guilherme o timão recebeu R$ 3,6 mi, o empresário Eduardo Mafuf R$ 5 mi e o restante um grupo de empresários (provavelmente a DIS),
      Acho que só não perdemos mais jogadores porque não foi um ano de muita agitação no mercado da bola e quem não foi para Copa sumiu de cena, mas até o final do ano eles desmontam o time vendendo as peças de vitrine e ai em 2015 começa tudo de novo. É só comparar os times ano à ano, vendem os bons e ficam com o resto (Danilo, Douglas, Sheik, Pato etc..) e o elenco parece uma roda viva.
      A administração do clube está a serviço de interesses de empresários desde da base até o time principal, venho cantando essa bola à muito tempo e as coisas continuam se repetindo.
      É uma marca tão forte que consegue encher as burras dos abutres e ainda se manter no topo. Imaginem se fosse administrado de outra forma. Imaginem se revelasse 01 ou 2 jogadores por ano, ganhasse com eles e o dinheiro fosse para os cofres do clube, Imaginem se todo esse lucro fantástico das "vendilhanças" pelo menos fossem para os cofres dos donos da vitrine, que são quem sofrem os transtornos de se vender seus principais jogadores. Se somarmos, Willian, Marquinhos, Paulinho, Cleber e outros os valores superariam a casa dos R$ 200 mi. É muito dinheiro amigos que desviam dos nossos cofres e ainda nos deixam com um time que muda mais do que família de cigano.

      Excluir
    2. Fiquei em dúvida sobre se eu queria ou não o Nilmar de volta ao Timão, até eu ler a primeira reportagem sobre o assunto com alguma declaração daquele empresário dele, o tal Orlando da Hora.

      Não dá... É até capaz do Nilmar ser um bom sujeito, mas essa turma que cuida da carreira dele é a mais mercenária e asquerosa que eu já (e olhe que estamos falando de um meio bem sujo). Só de imaginar o quanto o cara é bom, e como ele ficou os últimos dois ou três anos esquecido no mundo árabe (antes mesmo de completar 30 anos) depois de um leilão bizarro, mostra o quanto esse pessoal se preocupa com futebol. Sou contra.

      Excluir
    3. Nilmar vive de pular de galho em galho e sempre fechando contratos de milhões. Acho que ele faz o jogo dos mercenários que o cercam. Não é confiável.

      Excluir
  10. Ninguém escreve mais nada !!!
    Legal !!! acho que vou tirar mais um cochilo.

    ResponderExcluir
  11. "Há algo de ameaçador num silêncio muito prolongado."
    Sófocles

    ResponderExcluir
  12. Queridos amigos e conselheiros de jihad.....
    Após quase final do primeiro turno e após noites e noites de sono perdido meditando , filosofando , enfim realmente pensando no tão amado Sport Club Corinthians Paulista cheguei a uma grande conclusão que realmente esta mudando a minha maneira de ver futebol de assistir e de apreciar tal prática esportiva.vejam só.

    "O melhor de ser corinthiano é que se o Corinthians não está lhe dando alegrias fique , tranquilo pois o Palmeiras vai dar".

    O imperador.longa vida a jihad.

    Em tempo : essa me superei , desculpem necessitei compartilhar com os colegas conselheiros.obrigado.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos ao Coringão serão DEMOCRATICAMENTE excluídos, sem exceção. Noves fora, a palavra é sua.